6789br

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
SAÚDE

Hemopa comemora Dia Mundial da Hemofilia na Praça Batista Campos

Por Redação - Agência PA (SECOM)
22/04/2015 15h14

A Fundação Hemopa fará uma programação alusiva ao Dia Mundial da Hemofilia (17 de abril) neste sábado, 25, de 8h as 12h, na Praça Batista Campos. Pautado no tema “Construir uma família de apoio”, o evento contará com a promoção de atividades recreativas e lúdicas, além de fisioterapia e Tai chi chuan. Durante toda a manhã haverá demonstração da técnica de infusão de concentrado de fator a pacientes previamente agendados, além da distribuição de material educativo ao público.

A hematologista e hemoterapeuta Iêda Pinto, que é responsável pelo Programa de Coagulopatias no Hemopa, convida profissionais, portadores de hemofilia, familiares e a população em geral para participar da programação. ‘’Queremos levar informações sobre a hemofilia e as formas de tratamento ao maior número de pessoas, possível”, comentou, ressaltando que o Pará tem a quinta maior população de hemofílicos do País. Atualmente, cerca de 500 pacientes estão cadastrados no Hemopa  e com atendimento ativo.

Segundo a Federação Brasileira de Hemofilia (FBH), que está apoiando as ações no Estado, juntamente com a Associação Paraense de Portadores de Hemofilia e Coagulopatias Hereditárias (Aspach), no Brasil existem cerca de 12 mil pessoas com hemofilia. Referência para diagnóstico e tratamento da doença, o Hemopa oferece atendimento especializado com equipe multiprofissional composta por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, fisiatras, psicólogos, pedagogos, assistentes sociais e técnicos em enfermagem

As comemorações pelo Dia da Hemofilia se estendem pela hemorrede. O Hemocentro Regional de Castanhal (HRC), comemorou a data no último dia 16, com palestras sobre o tema, ministradas pela diretora técnica da unidade, Dra. Sandra Lobato, e pelo médico Jediel Bitencourt.

O Hemocentro Regional de Marabá (HRM) também promoveu evento comemorativo no dia 17, no auditório do campus local da Universidade Estadual do Pará (UEPA), onde foi ministrada palestra para esclarecer as dúvidas da população sobre a doença. O evento foi conduzido pelo diretor técnico do hemocentro, Dr. Fernando Monteiro, e pela médica Socorro Leão, juntamente com profissionais de fisioterapia, odontologia e psicologia do Hemopa Marabá. A solenidade contou a presença de pacientes hemofílicos e familiares. Todas as ações tiveram apoio da FBH e da Aspach.

O que é Hemofilia

É uma doença hereditária, hemorrágica, que leva à perda de mobilidade do paciente. Ela se caracteriza pela deficiência quantitativa e/ou qualitativa de Fator VIII (hemofilia A) ou de Fator IX (Hemofilia B). O tratamento profilático corresponde à reposição destes fatores ausentes no organismo, de maneira periódica e ininterrupta, em longo prazo, iniciada antes ou após ocorrência do primeiro sangramento ou hemorragia da articulação (hemartrose).

Serviço: O ambulatório de pacientes funciona na sede do Hemopa, localizada à Travessa Padre Eutíquio, nº 2.109, de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 17h. Os interessados também podem obter mais informações pelo Alô Hemopa (0800 280 8118). A Aspach funciona na Rua Abaetetuba, nº 115, Conjunto Médici I, bairro da Marambaia. Contatos com a presidente Cristiane Oliveira (9 8864-4407 / 9 8123-0014) ou com a gerente financeira Nelma de Castilho Gomes (9 8015-9633).

6789br Mapa do site