aceodds

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
PODE COMEMORAR

Emoção e alegria: estudantes da rede pública estadual comemoram aprovação no Vestibular da UEPA

Por Ascom (Ascom)
26/01/2024 19h28

Alô papai, alô mamãe, pode sim colocar a vitrola para tocar porque a emoção e alegria foi garantida com a aprovação dos estudantes da rede pública estadual do Pará no Processo Seletivo (Prosel) 2024, da Universidade do Estado do Pará (UEPA), divulgado na manhã desta sexta-feira (26).

Cinco estudantes surdos, que concluíram o Ensino Médio na Escola Estadual Bilíngue para surdos Professor Astério de Campos, localizada no bairro do Souza, em Belém, foram aprovados no curso Curso de Licenciatura em Letras – Língua Brasileira de Sinais (Libras). Já no Distrito de Icoaraci, as escolas estaduais "Jorge Lopes Raposo", "Izabel dos Santos Dias" e "Teodora Bentes" comemoraram a aprovação dos estudantes nos cursos de Ciências Biológicas, Saúde Coletiva, Ciências da Religião, Tecnologia em Comércio Exterior e licenciaturas em Filosofia, Química, Geografia e Letras - Inglês.

Já na Escola Bilíngue para surdos, Adriana Aleixo, Aron Silva, Dayvison Araújo, Jhullyene Campos e Victor Barbosa foram os aprovados no Vestibular 2024 da UEPA. Os estudantes se prepararam para este momento por meio do projeto Enem em Libras, oferecido na escola. “Eu passei no vestibular, estou muito feliz e minha família também. Agradeço a Deus pela ajuda. Agora vou estudar na faculdade e estou muito curioso para isso, de ter intérpretes de Libras que podem me explicar com os conteúdos de estudos que são tão importantes para que no futuro eu seja um educador, um profissional muito bom”, contou o estudante Dayvison.

De acordo com o professor de Geografia da Escola Bilíngue, a aprovação representa uma mudança de paradigma. “Esse projeto, na verdade, é fruto de muito esforço dos professores e nós conseguimos montar uma equipe muito boa, com professores fluentes, com professores dedicados. As nossas aulas não são oralizadas, elas são todas em Libras, para que ele possa compreender todo o conteúdo. Esse é o nosso diferencial”, disse o professor Alan Ferreira.

Para a diretora da escola, Mara Pamplona, garantir que estudantes surdos também consigam realizar sonhos é o verdadeiro papel da inclusão. “Acreditamos que a educação é a única maneira de mudar a vida de muitos de nossos alunos, que na sua maioria são carentes e de bairros periféricos. A escola tem grande responsabilidade em dar acessibilidade para que essas vidas sejam mudadas. Esse é o grande papel da inclusão: garantir que os alunos surdos também consigam realizar seus sonhos”, destacou. “Fazemos tudo com amor e com a certeza que somos os referenciais desses alunos. Enquanto escola Bilíngue para surdos nos adotamos a pedagogia da presença como principal metodologia para direcionar esses alunos em seus projetos de vida”, concluiu. 

Aprovação em Medicina - O estudante Davi dos Santos Ferreira, de 19 anos, foi um dos aprovados em um dos cursos mais disputados da instituição, Medicina. O novo calouro destacou a grande emoção que sentiu ao saber da aprovação. “Foi uma sensação incrível, eu chorei muito junto com a minha mãe. Foi inexplicável, um dos momentos de maior êxtase na minha vida. Só gratidão a Deus”, contou o estudante que sempre sonhou com a aprovação no vestibular.

A mãe de Davi, dona Regina Ferreira, não conteve as lágrimas ao falar do orgulho que tem do filho. “Não tenho palavras para descrever o sentimento. Gratidão a Deus, à minha família e à professora de redação. Medicina é um curso muito difícil e está aí o meu filho, um exemplo para mim. Eu vi a dedicação dele e, mesmo trabalhando, estudou de manhã e a noite e está aí o resultado”, contou a dona de casa.

Para a professora de redação da Secretaria de Estado de Educação do Pará (Seduc), Evileny Gonçalves, é gratificante ver o estudante colhendo os frutos de sua dedicação e esforço. “O Davi foi meu aluno durante dois anos e hoje ele está conquistando esse sonho de passar em Medicina. Um aluno exemplar, extremamente dedicado, humilde, sempre atento às atividades e hoje está colhendo esse fruto maravilhoso. A sensação é de dever cumprido, gratidão e é uma emoção enorme ver que um aluno pode ascender socialmente e dar mais oportunidade à família através da educação. É difícil ter palavras para esse momento. Torço sempre pelo sucesso dele agora na universidade e depois no mercado de trabalho”, contou.

Texto de Fernanda Cavalcante - Ascom/Seduc.

aceodds Mapa do site