859764

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
SEGURANÇA PÚBLICA

Polícia Civil desarticula quadrilha envolvida em atentado no município de Marabá

O crime ocorreu em uma festa de confraternização onde oito pessoas foram baleadas, entre elas, uma criança

Por Laís Menezes (PC)
26/01/2024 18h00

A Polícia Civil do Pará deflagrou nesta sexta-feira, 26, a segunda fase da operação "Rematch" e desarticulou uma quadrilha envolvida no atentado ocorrido em novembro de 2023, no município de Marabá, sudeste paraense.

Relembre o caso - No dia 26 de novembro do ano passado, um grupo armado invadiu uma festa de confraternização e efetuaram diversos disparos de arma de fogo. Ao todo, oito pessoas foram atingidas, entre elas, uma criança. 

A segunda fase da operação foi executada por meio da Seccional de Marabá, Delegacia de Homicídios e Delegacia da Cidade Nova e resultou no cumprimento de três mandados de prisão temporária e três de busca e apreensão. 

Em uma das casas, um casal foi preso em flagrante por tráfico de drogas. No local, os agentes encontraram 54 pacotes de substância análoga à cocaína, 115 gramas de substância semelhante a maconha e sete pacotes similares a crack, além de uma arma de fogo, munições e valores em dinheiro. 

Já na outra residência, dois homens foram presos, também em flagrante. Com eles os agentes apreenderam entorpecentes, duas balanças de precisão e munições. Durante a operação, outras duas pessoas envolvidas na tentativa de chacina também foram capturadas. 

"Na primeira fase da operação nós prendemos uma pessoa e agora, tivemos êxito em capturar outros seis suspeitos envolvidos no crime. O sucesso da ação reflete o empenho que a PCPA tem em garantir a segurança e promover a justiça", destacou Walter Resende, Delegado Geral da Polícia Civil do Pará. 

Os seis autuados foram conduzidos até a unidade policial para cumprirem as medidas cabíveis, onde encontram-se detidos e à disposição da Justiça.

"O bom desempenho da operação demonstra a eficiência e celeridade do trabalho investigativo desenvolvido pela Polícia Civil do Estado, bem como um sinal claro de repressão ao crime organizado: desbaratamento das organizações e prisão de seus membros", afirmou o Delegado Vinícius Cardoso, Superintendente Regional do Sudeste.

Texto: Paula Almeida, sob supervisão de Laís Menezes

859764 Mapa do site