betwarrior.bet

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
HORTAS

Escolas públicas estaduais têm reforço especial na merenda escolar

Legumes e verduras da horta da Escola Estadual Marechal Cordeiro de Farias, em Belém, entram no preparo das refeições

Por Giovanna Abreu (SECOM)
21/10/2022 12h52

Cardápio preparado em escola de Belém inclui alimentos cultivados na horta da própria unidade escolarO tradicional baião de dois com ovos cozidos foi o cardápio da última quinta-feira (20) oferecido aos alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Marechal Cordeiro de Farias, em Belém, na merenda escolar, feita com legumes e verduras da horta da escola. Na sobremesa, melancia. E pra quem não sabe, nesta sexta-feira (21), é celebrado o Dia Nacional da Alimentação nas Escolas.

Merendeira da escola há anos, Fernanda Cunha conta que todo o carinho que recebe dos alunos é transformado em amor e incluído no preparo da merenda. “Desde 6h30 já começamos a preparação dos 250 pratos que servimos em média.  Eles adoram as nossas comidas. Todos os dias, eles vêm de 3 a 4 vezes durante o preparo para perguntar o que vai ser a merenda. Ficam ansiosos pela hora do recreio”, diz.

Importância - “Reforçamos que o aspecto alimentar influencia diretamente na vida escolar do aluno, sobretudo, no aprendizado, o que reforça a importância da qualidade dessa refeição”, pontua o pedagogo Augusto Chaves, que ressalta: para muitos alunos da escola pública, a merenda escolar é a principal refeição do dia. 

“Ontem estava conversando com uma amiga que relatou que a merenda era a única refeição que iria fazer durante o dia todo, já serviria de café e almoço. Estamos muito felizes que a merenda está cada vez melhor, antes comíamos só bolachas e agora temos refeições mesmo, que variam e são deliciosas”, conta Thiago Araújo, aluno da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Horta da escola - Em 2021, a Escola Cordeiro de Farias foi contemplada com o projeto de criação de uma horta na unidade junto ao Instituto Manguezal. Professores de ciências da natureza e biológica são os principais parceiros da iniciativa e durante as aulas, levam os estudantes para entender como funciona a estrutura, desde o cultivo, germinação e outros processos.

“Existem várias espécies como bananeiras, melão, açaí, macaxeira. A produção da horta é utilizada de forma complementar também na merenda escolar, como a chicória, hortelã, manjericão, cheiro-verde e outros temperos utilizados para dar um gosto a mais na merenda. Estamos trabalhando também em um projeto de horta suspensa. O intuito é fazer um corredor verde para aproximar ainda mais os alunos com esse projeto”, explica Augusto Chaves.

betwarrior.bet Mapa do site