658bet

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
COMUNICAÇÃO

Deputados discutem monitoramento eletrônico de presos no Pará

Localidade: Diversas localidades
02/04/2018 18h06
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes (foto), do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe   |   Download
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva (foto); o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe   |   Download
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva (foto); o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans (foto); a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe   |   Download
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans (foto); a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe   |   Download
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe   |   Download
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição (foto); o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe   |   Download
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição (foto); o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe   |   Download
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe   |   Download
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. Na foto, Robervaldo Araújo, diretor do NGME. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe   |   Download
">
Uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) reuniu diversos representantes de órgãos da segurança pública ligados ao sistema penitenciário paraense. A discussão foi para avaliar a eficácia do uso do monitoramento eletrônico como ferramenta de redução da população carcerária com base na resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP). O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), Coronel Rosinaldo Conceição; o presidente do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária do Pará, José Arruda da Silva; o secretário-adjunto de Gestão Operacional da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Coronel André Cunha; o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Michel Durans; a advogada Ivanilda Pontes, do Conselho Penitenciário do Estado do Pará (Copen); o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado (MPE), Wilson Brandão; o coordenador do Grupo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado, Francisco Nunes; o coordenador da Pastoral Carcerária, diácono Ademir Silva e a ouvidora da Segup, Darla Santos participaram da sessão presidida pelo deputado Estadual Cássio Andrade. Na foto, Robervaldo Araújo, diretor do NGME. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM UEPA DATA: 02.04.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: Akira Onuma / Ascom Susipe
mais galerias de fotos
658bet Mapa do site