Fortune Rabbit

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
COMUNICAÇÃO

Apresentação especial da Orquestra Sinfônica marca reabertura do Parque do Utinga

Localidade: Diversas localidades
16/03/2018 11h36
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto (foto), é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto (foto), é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto (foto), é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade e Miguel Campos. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade e Miguel Campos. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, o percussionista Magno Moraes, há 10 anos na Orquestra, também exaltou a ideia. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, o percussionista Magno Moraes, há 10 anos na Orquestra, também exaltou a ideia. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto (foto), é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto (foto), é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade e Miguel Campos. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade e Miguel Campos. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade e Miguel Campos. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade e Miguel Campos. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto (foto), é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto (foto), é um dos mais ansiosos pelo evento. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, o percussionista Magno Moraes, há 10 anos na Orquestra, também exaltou a ideia. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, o percussionista Magno Moraes, há 10 anos na Orquestra, também exaltou a ideia. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ <div class='credito_fotos' id=Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ   |   Download
">
A melhor orquestra sinfônica do Brasil em 2017, eleita por revista especializada, fará uma apresentação especial ao ar livre, nesta sexta-feira, 16, para marcar a reabertura do Parque Estadual do Utinga, numa integração entre música e natureza, assim como propôs o compositor e maestro Heitor Villa-Lobos em “Floresta do Amazonas”. O regente da Orquestra Sinfônica do Teatro da Paz, Miguel Campos Neto, é um dos mais ansiosos pelo evento. Na foto, a soprano Kézia Andrade. FOTO: MÁCIO FERREIRA / AG. PARÁ DATA: 16.03.2018 BELÉM - PARÁ
Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ
mais galerias de fotos
Fortune Rabbit Mapa do site